Geral

Geral

Bruno Dauaire destaca importância de integração para resolver desaparecimento de meninos na Baixada

Secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos se reuniu com familiares das crianças e representante do Governo Federal



Após audiência virtual com a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos Damares Alves, na última semana, o secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Bruno Dauaire se encontrou, nesta segunda-feira (8), com representantes da pasta e com familiares dos meninos Lucas Matheus, Alexandre da Silva e Fernando Henrique, desaparecidos em Belford Roxo desde 27 de dezembro. Dauaire destacou a necessidade de integração para auxiliar na resolução do caso. 


“Precisamos de uma integração. Arrumar de alguma maneira uma união entre a gente. Para que possamos mudar isso e dar mais força para a nossa luta. Às vezes nós temos mais pessoas desaparecidas do que homicídio doloso. Criamos um órgão que pudesse tratar de desaparecidos e transformamos a coordenadoria em uma superintendência para dar mais gás, porém, ainda estamos distantes. Queremos evitar que familiares sofram com o desaparecimento de alguém”, disse o secretário.


Símbolo da luta das famílias dos desaparecidos, Jovita Belfort, mãe do lutador de MMA Vitor Belfort e de Priscila Belfort, também acompanhou o encontro. Atualmente, ela atua como superintendente estadual de Prevenção e Enfrentamento das Pessoas Desaparecidas e sofre com a mesma dor há 17 anos, quando sua filha desapareceu após sair para almoçar no Centro do Rio.


Secretário nacional adjunto dos Direitos Humanos, Eduardo de Melo se colocou à disposição para ajudar na elucidação do caso e concordou sobre a necessidade de integração. “Já existem algumas linhas de ações. A gente vai ver algum projeto do Governo Federal que possa estar adequado e que possa ajudar e dar mais caminhos e condições para encontrar os meninos. É uma tarefa que não é fácil, mas estamos com um olhar e uma atenção muito detalhada e especial nesse caso”.


Na última semana, além de ter intermediado uma reunião virtual das mães e avós dos meninos diretamente com Damares Alves, Bruno Dauaire também colocou à disposição dos familiares apoio logístico no tratamento psicológico, além de dar celeridade no resultado do DNA do sangue encontrado em uma camisa encontrada na casa de um vizinho da família. O resultado já saiu e deu negativo para as crianças. Na ocasião, a ministra ofereceu ajuda e proteção aos parentes dos meninos.




Fonte:ASCOM

Nenhum comentário

Destaque

randomposts

Anuncie

Publicidade
PUBLICIDADE 300X250